sábado, 28 de janeiro de 2017

Treinando em casa com Fitness Blender

Só correr não é suficiente. A gente sempre precisa ter atividades que complementem a corrida, dando o fortalecimento que será necessário para não nos machucarmos, já que correr é uma atividade de muito impacto. 

Fortalecer a musculatura da perna é essencial para que não haja uma lesão no joelho, por exemplo.

Mas, como fortalecer?

Você pode ter um personal, que te acompanhe na musculação, monte um treino específico para você, te corrija sempre, e troque seu treino regularmente. Você pode se inscrever em uma academia, e treinar musculação. Ou você pode fazer aulas de treino funcional, ou pilates. Ou ou ou...

Mas daí alguém pode argumentar que não faz nada disso por questões financeiras; de más condições climáticas; de horários de trabalho complicados...

Seja lá qual for o motivo (ou a desculpa), vim trazer uma solução:


Nesse site você pode selecionar o tipo de treino que quer fazer. Há campos em que você pode definir:
- tempo mínimo e máximo, conforme sua disponibilidade;
- nível de dificuldade (de 1 a 5);
- parte do corpo a ser trabalhada: corpo todo, upper body, lower body e/ou core;
- tipo de treino: alongamentos, força, equilíbrio, tônus muscular, cardio, pilates, etc;
- usar algum equipamento que eventualmente tenha em casa ou selecionar "no equipament".

Enfim, depois de indicar os filtros, eles te apresentam uma gama de vídeos dentro dos seus requisitos e então você pode escolher o vídeo. Eu, inclusive, abro o vídeo na tela cheia e passo para a televisão, por meio do chromecast (google home), ou ligando o computador na TV pelo cabo HDMI.

Também é possível se registrar no site do Fitness Blender, salvar ali seus treinos favoritos, e até adicionar os treinos a um calendário. Achei bem organizado! Quem dá os treinos é um casal muito simpático, Kelli e Daniel. Há treinos só com ele, só com ela, e outros com os dois juntos. Infelizmente as aulas são apenas em inglês, mas não é preciso ser fluente para entender o necessário.

Tenho alternado meus treinos de corrida com treinos que encontro no Fitness Blender, e gosto bastante!

Novamente, não é o melhor dos mundos, não é como ter um professor te corrigindo, mas, vale aquela máxima: "O bom não pode ser inimigo do melhor". 

De qualquer forma, recomendo que, ao menos, conversem com profissionais para saber de suas necessidades, e se precisam evitar algum tipo de exercício (eu sempre evito alguns de alto impacto, porque a corrida já tem muito impacto e porque já tive condromalácia patelar).

Enfim, fica a dica para se manterem em movimento, sem desculpas. E, de quebra, vocês treinam inglês!

Nenhum comentário:

Postar um comentário