domingo, 16 de março de 2014

W Run: Abra suas asas, solte suas feras!

Como contei pra vocês, por ora não estou treinando para outra maratona... e decidi melhorar meus tempos em distâncias menores... Nem sabia qual era meu melhor tempo em cada distância e, treinando com o Marcão, começamos a anotar tudo isso. 

Corri a maratona em 25/08/13. E, depois de muito tempo sem correr provas com menos de 21km, em 17/11/13, corri a São Paulo Classic da Corpore para 55:09:71. Meu Garmin marcou que eu havia percorrido 10km e 100m nesse tempo, me dando uma média de 5:27 (isto é: 5min27s por km).

O Marcão havia sugerido que eu corresse a provinha da WRun. Era feminina e tinha distância de 4 ou 8km. Hmm... 8km era uma boa pedida para melhorar velocidade. Então, por que não? Fiz a inscrição em 15/01/14. Minhas amigas tentaram se inscrever um mês depois (que era um mês antes da prova), mas já tinha esgotado! (É sempre bom planejar com antecedência)

Chegou o dia. Acordei às 6h15 deste domingo e vesti a roupa que já deixara separada na noite anterior. 


No café da manhã antes de provas, meu treinador diz que é bom seguir aquilo a que já estamos acostumados no dia a dia. Então, resolvi preparar minhas duas recentes "descobertas": tapioca e suco verde. 

Tenho certa resistência a algumas coisas que viram "moda"... mas, as corridas de rua também estão em alta, e antes dessa "moda" pegar eu já corria. Por isso, se falavam tanto de suco verde e de tapioca, alguma coisa de bom eles deviam ter...

Hoje meu irmão teria treino de 28km (ele quem está treinando para a sua primeira maratona dessa vez!) e meu pai, de 19km. Estava combinado, eles me deixariam no Jockey para a WRun e iriam treinar na USP, que é lá do lado.

Esperando o tiro da largada


Eles me deixaram próximo da largada, mas, como estava tudo parado, ainda precisei percorrer um bom pedaço a pé. Fui trotanto até a largada da prova. E isso já garantiu o meu aquecimento! Antes de largar eu já estava suando!

Assim que larguei, precisei ir me embrenhando entre os espacinhos mínimos que sobravam entre corredoras e caminhantes, mas logo consegui sair daquela aglomeração e desenvolver ritmo.

Como eu já havia feito nas minhas últimas provas: de 21km e de 10km no ano passado, meu treinador disse para eu correr sem olhar pro relógio! Dei start no Garmin e, como não o cobrira com micropore dessa vez, virei ele pra baixo e contive a minha ansiedade para não olhar!

No último fim de semana do verão, fazia um calor absurdo desde às 7h30 da manhã. Na rua os relógios marcavam 29 graus! Hidratação era mais do que obrigatória! Dois ou três golinhos de água a cada posto. Precisei desperdiçar o resto dos copinhos, porque mais água do que o necessário, apesar de ser uma delícia no calor, atrapalha o rendimento.

De uma coisa eu senti falta durante o percurso: gente aplaudindo, torcendo, gritando. Foi uma corrida um tanto quanto silenciosa. Acho que isso também tinha a ver com o fato de eu estar correndo sem muita gente ao redor... E por esse lado, era ótimo... mas, logo eu encontraria uma legião de mulheres vestidas de rosa... nos 2km finais, os percursos de 8 e de 4km se juntavam... ou seja, de novo eu precisava procurar espaços para correr, dentre corredoras e uma infinidade de caminhantes. Isso não é o ideal.

Mas pra quem já correu maratona, 8km passa num piscar de olhos e logo avistei a contagem regressiva dos 500m, 400m, 300m, 200m, 100m... e ela, a sempre esperada: linda linha de chegada!

Parei o Garmin para ver meu tempo... e... cadê?! Meu Garmin marcou apenas 2,92km! Em algum momento o GPS perdeu os satélites e agora eu não saberia qual o meu ritmo de cada km... Paciência. De acordo com o relógio da prova, eu sabia que tinha concluído em menos de 43min e isso superava as minhas expectativas!

Estou à direita, de boné rosa, olhando para o Garmin.

Precisava esperar até checar o tempo marcado pelo chip no site da corrida.


Assim que cheguei em casa, uma mensagem no celular trouxe a melhor notícia:


Se eu tivesse feito em 44min, significaria um ritmo de 5:30 por km... Fui logo ligar o computador e abrir a planilha do Marcão, para fazer a conta! 8km em 42min37s = média de 5:19 por km!!!! Caramba!! Nunca tinha corrido/voado assim! E com aquele sol de rachar! Foi bom, foi ótimo, foi recorde pessoal! 

E que venha a meia maratona de Dusseldorf na Alemanha, para a qual me inscrevi hoje!

4 comentários:

  1. Legal Má!
    Parabéns pelo recorde!
    Na próxima vc irá baixar ele...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu, Luuu!!!
      Agora preciso manter essa média em corridas mais longas!
      Beijos!!

      Excluir
  2. Parabens, Mariana. Descobri um blog legal. De uma jornalista gaucha que eh editora do site Terra: www.santacorrida.com.br. fica a ddica! Ramiro / porto akegre

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Ramiro!!
      Acabei de ler um post dela e gostei muito! Ela escreve muito bem! Gosto de textos bem escritos assim! Valeu pela dica! ;)

      Excluir