sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Correndo na cidade de Lisboa

Correndo com meus pais no Estádio Universitário de Lisboa
Como é que anda (corre) o meu Brasil? Aqui na terrinha faz muito frio!

Recebi a visita dos meus pais e meus avós no final de novembro, e foi maravilhoso ter companhia dos meus pais em algumas corridinhas!

E mal eles voltaram pro Brasil, chegou a Mari, minha amiga lisboeta que vive lá e conheci no treino das Divas que Correm.

Ontem eu já tinha toda roupa na mochila pra ir na academia depois da aula, mas daí ela me chamou para participar de um treino naquela noite, e eu mudei meus planos...

Ela havia encontrado o treino pelo facebook. Era do grupo Correr na Cidade.

Fazia um frio com o qual não estou acostumada. Vesti calça comprida, blusa de manga comprida e gola alta bem quentinha (uma que usei para esquiar!), colete, outra gola, polainas... Vale tudo pra se proteger do frio!

A Mari me buscou e chegamos no ponto de encontro marcado para o treino daquela noite (saída do metrô Quinta das Conchas), onde fomos super bem recebidas.

No ponto de encontro, antes de iniciarmos o treino do Correr na Cidade

Corremos pelo parque da Quinta das Conchas e pela Alta de Lisboa. Eu nunca tinha corrido por ali, nem conhecia aquele pedaço por onde passamos. Tivemos como guias daquele treino a Bo Irik e a Liliana Moreira, do Correr na Cidade. Exatamente como previsto, passamos por terra, e por ruas da cidade. Teve muito trecho plano, mas também pegamos subidas e descidas. O ritmo, como eles haviam descrito no evento, era "ninguém fica para trás". Os mais rápidos eventualmente voltavam para buscar os menos rápidos (apelidados por eles de sexy slow... hehe)

Comecei bem, mas aos poucos fui sentindo que precisava diminuir um pouco o ritmo... Acredito que eu esteja um pouco desmotivada. Preciso voltar a treinar com o meu treinador!! E preciso de foco... De qualquer modo, treinar com o grupo ontem me motivou muito! Por alguns trechos onde passamos, estava escuro, mas muitos corredores estavam com frontais: lanternas que ficam na cabeça e iluminam o caminho. Foi assim que de repente tive a sensação de estar participando de um caça ao tesouro! Ao mesmo tempo, veio aquele sentimento de privilégio de se estar ali, correndo naquele horário e naquele frio... um sentimento que só quem corre sabe como é...

No meio daquele "caça ao tesouro", paramos para uma foto.

Já quase acabando o treino
Eu e a Mari, pós treino



















E foi assim que conheci parte de um grande grupo que se reúne uma vez por semana, em dias, horários e locais diferentes da cidade de Lisboa, para correr.

(Obrigada, grupo de ontem, pela companhia, motivação, guia, e iluminação!)

No blog deles, encontrei uma ótima definição do Correr na Cidade: "Somos pessoas apaixonadas pela corrida e por correr nas cidades e nos trilhos. Gente que adora correr nas ruas mais movimentadas ou nos parques mais tranquilos ou mesmo nas montanhas mais silenciosas. Gente que tem um estilo de vida saudável e que sabe apreciar as coisas boas da vida. Gente que gosta de correr, correr muito."

Seguem os links do blog e da fanpage do Correr na Cidade:
http://www.corrernacidade.com

E assim, deixo essa dica para velhos e novos (como eu) moradores da cidade das sete colinas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário