terça-feira, 26 de novembro de 2013

La même histoire

batata doce na balança
Daniela sempre vinha me falar de seu progresso na corrida e na academia; e era visível como seus olhos tinham mais brilho e como ela estava emagrecendo.

Giovanna incorporou a atividade física na sua vida, fez uma dieta, ficou ainda mais linda e correu sua primeira provinha de 5km.

Vaine gostou das minhas marmitas nos dias de pós, comprou uma balança e sempre nos mandava fotos de batata doce.

Wilson, que treinava para o ironman, também resolveu criar seu blog.


Sidney correu sua primeira meia, fez várias provinhas de triathlon e já vislumbrou a possibilidade do ironman.

Nina me contou que seu pé direito estava doendo quando pisava, e queria melhorar para não perder o pique agora que começara a correr.

Nana após um treino no Ibirapuera
Luiza precisava trocar o tênis e me pediu dicas sobre marcas e modelos, e, além de voltar a correr, incentivou a sua mãe.


Carolina comprou um tênis roxo, disse que queria começar a correr e precisava da minha ajuda para progredir e se livrar das cãibras.


Nana viajara com sua família para prestigiar a mãe que correria uma maratona de revezamento em Búzios, gostou tanto que voltou me propondo que fizéssemos esse revezamento no ano que vem, e começou a treinar para 10km.


Lucas após a meia maratona de Rennes, França


Lucas foi pra festa, bebeu, pouco dormiu, e ainda assim, na manhã seguinte, fechou a meia maratona para 1h42min! 


Julia me contou que acordou mais cedo para correr e ainda por cima fez um amigo no Parque da Aclimação!


Renata disse que começara a ler meu blog diariamente, porque queria começar a correr, e hoje recebi seu email, contando que em sua humilde posição de "ex-sedentária", tinha corrido 18 minutos na esteira e estava feliz!



Martha pedalando




Martha tinha abandonado sua vida sedentária há uns 3 anos, acordava cedo para correr e aos domingos pedalava com o pai na ciclofaixa.


Luiz chegava na academia do prédio desanimado por ter que pedalar na bicicleta ergométrica, afinal, o joelho pedia um pouco de tempo.




Deep water running
Gabriel começou a sentir uma dor chata no joelho e me contou do deep running que havia começado a fazer, com orientação do Marcão, que agora também o treinava.


Marilia estava firme e forte no pilates, fez planos de voltar a pé do trabalho, mas os horários e as ruas da cidade de São Paulo deixaram os planos para um outro tempo...


Marcos, em Recife, fazia o caminho para o trabalho de bike, há 3 anos, e acabara de completar a maratona de Buenos Aires, fazendo sua segunda melhor marca nos 42,195km.

Nascido para correr, de Chistopher McDougall 


Daniel também tinha lido "Nascido para correr" e pensava em correr a maratona de Berlim, em 2015.


Marcio debutou em sua primeira maratona e agora se prepava para o desafio do pateta na Disney (meia maratona num dia e maratona no dia seguinte!)

Garmin 310 e acessórios





Ramiro, em Porto Alegre, descobrira o blog e também já não conseguia mais correr sem o Garmin...




Eu corria e assistia à corrida deles. Era personagem e escritora da minha própria história, e era um pouquinho personagem e escritora das histórias deles...

14 comentários:

  1. Você era uma menininha, hoje é uma mulher.
    Você era uma estudante, hoje é uma advogada.
    Você fazia corridinhas, hoje é uma maratonista.
    Você gostava de escrever, hoje é uma blogueira de sucesso.
    Você era meu amor, hoje você é meu amor, para sempre você será o meu amor.

    ResponderExcluir
  2. Obrigado pela lembranca! Espero um dia ver o post: " corri a maratona de Poa e conheci a fam'ilia do Ramiro". Agora ja podes viajar pra todo o Brasil pra correr e terasum amigo em cada canto! Ramiro

    ResponderExcluir
  3. Se tem alguém nesse mundo que é meu exemplo de determinaçao e superaçao é vc, Ma!
    Fico muito orgulhosa em te ver cada dia mais linda e realizada! Parabéns pelo sucesso do blog e obrigada pela lembrança!!
    ��

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marthinha!! Vc é sempre meu exemplo de determinação!
      E o melhor é que além de exemplo, é minha amiga!
      Eu fico muito muito feliz em te ver cada dia mais atletinha!!
      Vc é especial demais! Amiga para a vida!
      Beijos!!

      Excluir
  4. Minha linda Marina! Vc de fato é exemplo de determinação e conquista.
    Parabéns pelo sucesso que eu sempre soube que era certo.
    Obrigada pela lembrança no seu blog! Você é demais!
    Continue brilhante desse jeito!
    Te amo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha Nana linda! Vc é de fato uma amiga muito querida!
      Obrigada por seu apoio e seu carinho.
      A lembrança não é só no blog não! Realmente gostei da sua proposta para corrermos o revezamento em Búzios no ano que vem! Será demais e inesquecível!
      Também te amo.

      Excluir
  5. Ainda bem que quando vc escreveu que eu bebi não falou quanto que foi!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahaha. Boa, Lu!!
      Já te dei a dura antes, né... Agora a gente conta como sendo legal! rs ;)
      Beijos!!

      Excluir
  6. Marina, finalmente cheguei aqui. :)
    Obrigado pela lembrança. Essa conexão entre as pessoas pelos princípios que a corrida induz é algo muito valioso mesmo, independente de serem corredores ou não.
    Abs, Marcos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Marcos!
      Independente de quanto e há quanto tempo as pessoas se envolvem com o esporte, e especificamente com a corrida, estamos todos buscando uma vida mais saudável, mais leve, mais livre. E acabamos por descobrir o ciclo virtuoso que essa forma de viver a vida nos proporciona! :)
      Abraços!

      Excluir
  7. Querida, meu exemplo, eu quase "quarentona' decidi começar a correr e não parei mais!! Sou sua fã e admiradora e espero em breve poder descrever minha experiencia de provas! beijos Dani

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dani!!!
      Tenho certeza que vc logo estará fazendo provinhas! Quem sabe essa em março, de que te falei?! Vamos!!!
      Também sou sua fã!
      Beijos!

      Excluir