terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Fechado para balanço


por Vivi Figueiredo

Hoje é o último dia do ano e, como administradora, penso que assim como as empresas, as pessoas fecham para balanço. É hora de refletir sobre como foi o ano e fechar um ciclo para que outro se inicie, quer você queira quer não. É involuntário.

Para aqueles que tiveram um ano maravilhoso, é sensacional olhar para trás e ver que tudo deu certo. Nesse caso, a virada vem com gostinho de quero mais. Já para outros, a história não é a mesma, e o último dia do ano vem para dar um gás, como uma nova armadura para enfrentar as batalhas, ou uma vida extra no videogame. E para a maioria das pessoas, o reveillon é justamente a mistura desses sentimentos.

É como se uma nova oportunidade se abrisse, como se tivéssemos uma segunda chance todo ano para tentar acertar mais do que errar. Por isso, ao invés de falar sobre finanças, eu preferi trazer uma reflexão sobre a vida. O que te fez sorrir em 2013? O que te fez chorar? O que tirou o seu fôlego? O que fez seu coração bater mais forte? O que você fez pela primeira vez? O que você gostaria de repetir?

O que fez você perder o sono e o que te trouxe mais vitalidade? Onde você teve sucesso e onde fracassou? Quantas vezes você se sentiu vivo neste ano? Qual sonho você realizou e quais faltam realizar? O que te move? O que e quem te inspira? Como você pode ficar mais próximo do que você realmente quer ser? Você mudou como pessoa? O que deixou pra trás e como é o novo eu? O que você deseja do fundo do coração para 2014?

Ao invés de fazer listas com todas essas respostas, proponho apenas uma reflexão e uma análise. A razão para isso é porque a vida não é ticar itens de uma lista de metas e afazeres, pois quando você ticar o objetivo, ele perderá a graça como um sofá novo na sala que depois de 2 dias nem é notado. Que tal iniciarmos o ano com uma mudança no estilo de vida?

Entender o que faz você feliz e como você quer ser, não por obrigação e nem achando que a felicidade estará depois da conquista da meta, depois de ticar o objetivo, e sim que a felicidade está ao seu lado e que você pode sim ser feliz todo dia, toda hora! Basta querer ser quem você sempre sonhou e viver o momento tendo consciência do quão aquilo é bom, ao contrário de falar: “eu era feliz e não sabia”.

Por isso, eu desejo um Ano Novo de balanço, repleto de limpeza, limpeza espiritual e mental. Subtraia tudo que pesa em você, some mais alegrias, multiplique o amor e divida a esperança! E que 2014 seja rico para todos nós!




Instagram: @bolsacarteira_

Twitter: @VivisFigueiredo e @bolsacarteira_

Nenhum comentário:

Postar um comentário